quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Efeito da ausência de carboidratos no metabolismo da gordura

O verão está chegando, e com ele aumenta a procura e o interesse tanto pela prática de exercícios quanto pelas dietas que façam efeito quase que imediato na composição corporal das pessoas.Isso leva muitas vezes as pessoas a tomar caminhos e fazer opções que podem não ser das mais saudáveis e nem as mais efetivas.
Quando se trata de dietas, existem inúmeras fórmulas mágicas que se espalham com uma velocidade incrível e apoiadas por testemunhos das “celebridades” que atribuem a sua forma física a estas intervenções.
Entre estas, umas das mais tradicionais são as dietas que retiram totalmente os carboidratos da dieta, pois estes seriam um dos responsáveis pelos quilos a mais a serem eliminados para o verão.
Apesar do excesso desses nutrientes ser armazenado em forma de gordura, o que também ocorre com as proteínas, uma dieta que restringe demais os carboidratos, pode paradoxalmente diminuir a oxidação das gorduras.
Isso porque, os metabólitos do carboidrato dietético, especialmente uma substancia chamada oxaloacetato é responsável pela primeira reação química no processo que acaba por metabolizar a gordura corporal, portanto, uma quantidade razoável de carboidratos é necessária para que exista uma otimização no processo de oxidação de gordura.Possíveis falhas nesse processo levarão a gordura a ser estocada novamente na forma de triglicerídeos e promoverão uma maior oxidação das proteínas musculares como combustível energético.
Resumindo, intervenções que procurem balancear a dieta e optar pela substituição de alguns alimentos, como é o caso do arroz branco pelo integral podem ser mais efetivas tanto em termos de preservar o bom funcionamento do organismo quanto do ponto de vista da estética corporal.
Até breve,
@Gregnani85
Referência: Fisiologia do Exercício:Energia, Nutrição e Desempenho Humano
Willian Mcardle








 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário